terça-feira, 23 de outubro de 2012

Jogadores "Maníacos"


Você já jogou contra alguém que, simplesmente, ignorou as suas cartas “setadas” ou que invocaram monstros e mais monstros sem medo, aparentemente, nenhum de Torrential Tribute ou Mirror Force?
Repare que quando você OUSA questioná-los sobre o porquê de tanta violência, as respostas variam entre:

“Eu precisava ganhar o jogo logo!”  
“Quem não arrisca, não petisca.”.
Entre outras...

Esse tipo de jogador é o que eu chamo de “maníaco”.



É muito improvável que esses “maníacos” ganhem torneios. Eles figuram o top de vez em quando, mas é realmente raro que alcancem uma colocação mais imponente. A variância inerente das suas atitudes impensadas e imprudentes faz deles jogadores que oscilam muito em seus resultados. Contudo, esse é o típico jogador que te gera uma derrota prematura e inesperada em um torneio e compromete todo o seu dia, seja pela derrota em si ou pelo fato de ficar indignado com aquela “injustiça” que acabou de acontecer.

Primeiramente, darei algumas dicas que PODEM te ajudar a identificar um “maníaco”. Características que são comuns a pessoas desse estilo e que dizem muito o como essa pessoa joga.

- Tensão e nervosismo: Normalmente são pessoas tensas e impacientes. Se o jogo demora mais do que o normal, elas ficam EXTREMAMENTE angustiadas.

- Falar alto e agressivamente: Fazem isso, na grande maioria das vezes, inconscientemente. O fato de se portar de forma imponente no ambiente, traduz um comportamento agressivo que, consequentemente, se reflete em seu desempenho durante o jogo.

- Colocar as cartas desordenadas/desalinhadas com o Field: Deixam transparecer que “não ligam” para próprias cartas. Uma sensação, que eles próprios sentem e não se dão conta, da volatilidade que as suas cartas tem. Eles sabem, inconscientemente é claro, que suas cartas não permanecerão no campo por muito tempo, logo, não se preocupam se elas estão arrumadas, já que, em breve, elas irão para o cemitério. Isso se deve ao fato de seus jogos, normalmente, acabarem rapidamente. A natureza agressiva dos seus jogos faz com que isso aconteça com frequência, perdendo ou ganhando o jogo.

Será que essas características te lembram algum jogador? Ou você mesmo se identificou?

Para ambos os casos, é importante saber contra quem estamos jogando, e se você for o “maníaco”, deve fazer o possível para mudar essa situação.

Não existe uma receita ensinando como jogar 100% dos casos contra os “maníacos”, mas é possível seguir algumas dicas, que variam de acordo com as circunstâncias de cada jogo, para aumentar as suas chances nessas partidas.

Aproveite o máximo das suas mass-removal: Torrential Tribute, Mirror Force, Heavy Storm, Dark Hole, entre outras. É esse tipo de carta que faz toda a diferença contra esses oponentes. Acredite, você terá VÁRIAS oportunidades para ativá-las com eficiência.

Desacelere o seu jogo: Se possível, tente fazer com que fique o mais complexo possível. Esse tipo de jogador não está acostumado a tomar decisões difíceis e, quando as fazem, escolhem as alternativas erradas. Um mar de opções para um jogador assim, é um mar de oportunidades para ele mesmo se enforcar, sem contar a angústia que eles sentem com muitas opções.

Outro ponto importante é a possibilidade de deduzir algumas cartas que ele possa vir a usar baseado somente na sua natureza ofensiva.

Esse tipo de jogador passa a vida inteira sendo vítima de Mirror Force, Torrential Tribute e Heavy Storm em múltiplas cartas. Já que ele é altamente imprudente, essas situações ocorrem com certa frequência. Esse jogador, por estar exposto a essas situações em diversas oportunidades, constrói uma necessidade natural de se defender desses casos que se repetem com frequência. Cartas como Starlight Road e Forbidden Lance são comumente vistas em backrows de “maníacos” e a razão é justamente essa. Mantenha isso em mente.

Como sempre eu escrevi muito, mas eu não gosto de deixar nenhuma ponta solta.
Espero que tenham gostado.
Não se esqueçam de comentar.

Por enquanto é isso. Até a próxima galerinha!

E lembrem-se:
É muito menos sorte do que você imagina...

PRRJ

51 comentários:

  1. Nossa muito foda mano, com esse texto já consegui detectar vários duelistas em minha mente, realmente faz todo o sentido, postagem com uma análise mental em alto nível, parabéns :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado =)

      Agora é tentar botar em prática as dicas do artigo.

      Abraço.

      Excluir
  2. Bom artigo, uma pergunta boba... se esse oponente "Maníaco" faz uma coisa previsível demais, eu devo esperar o óbvio ou algo mais estratégico ? Ou depende muito do jogador?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não entendi direito a sua pergunta...

      Se ele faz uma coisa previsível demais é natural que você espere por uma coisa óbvia.

      Não entendi o "algo mais estratégico".

      Me explica aí. HAHA

      Abraço.

      Excluir
  3. Analizando todas as caracteristicas, tem muito jogador maniaco solto por aí! rsrsrsrs O mais complicado é que jogador assim as vezes é imprevisível e por isso você acaba perdendo o jogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eae Julio, blz ?

      Então... Se você souber que ele é um jogador imprudente, vai dar pra deduzir que ele vai ser louco durante o jogo. Ele só vai ser imprevisível, e te surpreender, se você não achar que ele for "maníaco" desde o princípio.

      Consegui me explicar ? haha

      Qualquer dúvido, pode perguntar.

      Abraço.

      Excluir
  4. NÃO DA DE JEITO NENHUM!

    tentar prever ou blefar esses maniacos. É impossível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blefar eu concordo.

      Prever é possível sim. Você sabe que ele vai ser louco. Dá uma olhadinha na resposta pro Julio.

      Excluir
  5. Muito bom Paulo, parabéns.

    Lendo esse artigo lembrei de um certo jogo e um certo alguém , que eu presenciei no super torneio da point . HAHA

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. já fui um maniaco com certeza , de uns meses pra cá é que ando dozando a hora de dar uma heavy storm , starlight tá mais que nunca aparecendo nos decks .
    maniaco agora so com mst ^^'

    ResponderExcluir
  7. Muito bom Paulo, descreveu perfeitamente as características de um maniaco. E eu concordo que "um maniaco só vai te surpreender se ele não for tratado como um maniaco desde o inicio". Vlw cara, parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso. Por isso que identificá-los logo é tão crucial.

      Muito obrigado e abraço. =)

      Excluir
  8. caraca sou um maníaco, me descreveu totalmente kkkkkkkkkkkkk o que eu fiz em santo andré me caracteriza prontamente, inclusive monto decks visando minhas características... inclusive em um comentario seu vc diz que esse tipo quase nunca ganha torneios, enfim, já pegue trocentos tops de hoty e regional, mas vencer só foi 1 acho...
    mas vlw
    by dombrauskas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez você não seja tão maníaco assim...

      Talvez seja agressivo somento. O que já é ooooooooooooutra história. =)

      Excluir
    2. Então, na época que heavy storm era banida eu tive meu maior aproveitamento, inclusive era um deck de GB que não era o melhor, depois da volta dela mudei de decks, tive bons resultados com outros decks, mas nada como antes...
      enfim, estou aprendendo como me portar de diversas maneiras num duelo afim de maior aproveitamento, mas eh muito difícil, ateh pq exige muito estudo de decks e sides, que exigem tempo para adiquirir um equilibrio...
      mas vlw paulo

      Excluir
    3. Como eu gostava da Heavy banida... =(

      Isso ai... tem que estudar mesmo. Não tem jeito.

      E a ideia aqui é vocês jogadores terem mais uma fonte para fazer isso. =)

      Abraço.

      Excluir
  9. Só sei que nada sei! Brincadeira, rsrsrs
    Eu admito que já fui um maníaco, mas eu tive um bom professor e hoje em dia a coisa é diferente, né Paulo? Só falta jogar mais!
    hahaahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faaaaaaala Marcos !

      Tem que treinar mesmo... mas você não gosta de DN po hahaha

      Abraço

      Excluir
  10. Haha acho que sou completamente o contrário, mas não sei se isso é algo bom. Jogo muito na defensiva hahaha.
    No mais, texto muito bacana =) . Falta conteúdo de boa qualidade feito por brasileiros sobre YGO. O blog já parece ser um bom passo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ser completamente o contrário é tema de outro artigo... =)

      Excluir
  11. Acho que sou meio assim, mas por jogar apenas forfun com um deck OTK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem gente que é assim por opção. Como no seu caso que joga apenas forfun.

      Tem espaço pra todo mundo no jogo. Cada um tem um objetivo ao jogar. E isso não necessariamente implica que esse seja ganhar o torneio.

      E não tem nada errado nisso. =)

      Abraço.

      Excluir
  12. Legal as dicas Paulo, só vemos esse tipo de comentário em sites americanos, e o legal que vc fala da própria experiencia! Parabéns pelo blog, to seguindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No cenário nacional eu não vi conteúdo nesse estilo. Por isso mesmo que resolvi fazer uma coisa assim por aqui.

      Obrigado por seguir !

      Abraço.

      Excluir
  13. Excelente post! Analisar o oponente que está duelando com você sempre é uma ótima sacada. Um duelo na verdade não é ganho apenas com um deck absurdamente forte, mas sim com estratégia e; obviamente é possível ler a estratégia do seu oponente apenas em observá-lo. Interpretar o adversário e se aproveitar dos seus erros, se possível força-lo a errar, pode definir uma partida. Boa sorte com o blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente.

      O jogo vai MUITO além das cartas por si só.

      Obrigado por acompanhar !

      Abraço.

      Excluir
  14. Quero ver você identificar esses "maníacos" no DN! kkkk'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No DN é mais complicado mesmo.

      Mas não é impossível não. Você identificaria pela características do jogo desse maníaco, como a agressividade INJUSTIFICADA. Alguma coisa nessa linha.

      Abraço.

      Excluir
  15. Caracas Paulete, todo vendo que aquelas partidas que tivemos no DN, foram essências para que você pudesse escrever esse artigo hahahaha, cara sem sobra de dúvidas sou um Maníaco, mas é bom saber disso, pra tentar me controlar mais hahhaa.

    Abraço,

    B.O.B

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Po BOB... eu não te acho tão "maníaco" assim não.

      Tudo bem que era o DN e não da pra ter uma noção tão boa dessas coisas. Mas não foi o que pareceu. Seilá, posso tá errado. HAHAHA

      Abraço.

      Excluir
  16. Nossa quantas pessoas foram descritas aqui principalmente por falar alto e largar as cartas de tudo quanto e jeito rsrsrs , mais na parte da angustia realmente me encaixo nisso, quanto tenho varias opções sempre escolho a pior e depois fico o dia todo pensando na merda que fiz,

    bom inicio ja mostra que o blog e diferenciado, continue assim !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A carapuça serviu pra muita gente né hahahaha

      Mas é assim mesmo. Agora quem se identificou tem que tentar reverter isso né ?

      Abraço.

      Excluir
  17. Olá PPRJ. Gostei muito do tema de hoje. Se estivéssemos falando de algum MMORPG, seria o mesmo conceito do "noob" (não o do xingamento).

    Mas deixo um alerta: não confundam players "maníacos" com os que usam estratégias agressivas. Não é porque o cara fez um swarm no segundo turno que ele é imprudente, principalmente se ele gastou 3 ou menos cards e tomou o campo. Ele pode muito bem estar jogando prudentemente, te pressionando para vc se defender, e ele te acuar no canto.

    Falo isso porque eu jogo assim. Gosto de Decks agressivo, me considero um player beatdown. Não sou maníaco porque gosto de temas complexos e cheios de opções (Toolboxes), como Constellar, Plants (na boa época de Lonefire a 3), Gravekeeper's, GB, etc.

    Abraços e boa sorte com o blog. Começou muito bem!!! \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente.

      Ser "maníaco" é uma característica. Não é uma estratégia. Ter uma estratégia agressiva é bastante válido. Ainda mais quando é uma agressividade seletiva. =)

      Abraço.

      Excluir
  18. Meu Professor, Ja tive Mario Como meu professor mas o paulão é foida... Sucesso com seu blog e conta comigo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu ai Wendell. =)

      Continue acompanhando !

      Abraço.

      Excluir
  19. Olá Paulo, parabéns pela iniciativa...gostei bastante desse tema abordado...sou o contrário disso, mas lembrei de alguns figuras que jogam assim aqui em Santos XD...
    Pergunta: Haverá periodicidade na publicação dos artigos? com certeza vou continuar acompanhando...

    Abraço =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia é posta de 2 a 3 vezes por semana. Farei de tudo para manter esse padrão. =)

      Abraço.

      Excluir
  20. Tenho uma pergunta simples, caso você seja um ''maníaco'', mas não de propósitos, apresentando apenas parte das características citadas, tais como a imprudencia e nervosisvo ( o que acho comum em torneios). Você teria alguma dica de como melhorar o desempenho? ou até mesmo deixar esse nervosismo de lado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o problema for apenas nervosismo, então você não é um maníaco. Você é 98% das pessoas que jogam qualquer coisa, não só YGO. Em situações de pressão, você tende a ficar pressionado, é normal. Você já SABER disso, é um grande passo pra melhorar. Não a nada que eu possa fazer a não se dizer que VOCÊ já tem tudo pra ficar menos nervoso. Basta de botar, mas vezes que o normal, em situações nas quais você fica assim. Uma hora deixa de ser "aquela" coisa e passa a ser natural.

      Isso é um bom tema, gostei. =)

      Abraço.

      Excluir
    2. Na verdade, o nervosismo não é necessariamente um inimigo. Quando se está nervoso você acaba se concentrando mais no jogo, o que acaba deixando você menos imprudente, inclusive. O problema é quando esse nervosismo ultrapassa os limites. Quando isso ocorre, você inconscientemente quer que tudo aquilo acabe logo e então começa a jogar sem pensar.

      Ou seja, o nervosismo pode te ajudar e muito num torneio e até mesmo em um jogo normal. Se eu não sentisse essa pressão durante um jogo, eu provavelmente não estaria mais jogando. Tudo o que se tem que fazer é saber usá-la a seu favor e impedir que ela extrapole os limites.

      A dica que eu dou é que quando você estiver assim concentre-se mais no jogo ou em qualquer outra coisa, caso não esteja jogando, deixe o nervosismo em segundo plano. Isso sempre me ajuda. Com isso, você vai continuar nervoso, mas impede que ele continue crescendo.

      Excluir
    3. Sim, eu entendi. Mas são pouquíssimas pessoas que canalizam o nervosismo para uma coisa positiva. Esse é o problema.

      Excluir
  21. parabéns pelo post ficou muito bom, eu sou o tipo de player que jogo no lado maniaco do oponente, quanto mais eu fizer ele achar que esta por cima quando na verdade não esta melhor.. e discordo de uma coisa lendo os comentários, o player maniaco é sim imprevisivel, pois não da pra se esperar dele uma jogada que um player normal faria, e isso pode fazer inclusive o player maniaco ganhar o jogo, é aquelea jogada noob e inesperada mas q no final das contas ela q decidiu a partida por mais noob que ela possa ter parecido na hora, não sei se eu me fiz entender.. abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa história de "player normal" é muito controversa... o que seria "normal" ? Isso varia demais.

      Excluir
  22. daora paulo, tomara que não abandone esse trampo que ta fazendo.

    só com esse artigo deu pra notar que o jogo não é só feito de cartas e sorte, acho que o psicologico é a parte mais importante pra se manter forte em torneios, principalmente torneios grandes que desgastam muito essa parte 'emocional', seja pelo cansaço ou pela ansiedade que muita gente sente por ta indo bem, acreditando num top ou na vitoria e começa a tropeçar nas proprias pernas.

    continue com os posts e, se precisar de uma força, tamo ai.
    abraço.

    vinnys

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eai, vinnys, tranquilo ?

      Realmente... as pessoas pensam o torneio como um todo, o que não é correto. O ideal é pensar cada partida individualmente, mas nem todos conseguem conter a ansiedade mesmo.

      Abraço.

      Excluir
  23. Caso eu seja o maniano como eu poderia mudar, não me identifiquei com tudo, mas uma parte me identifica, eu tenho realmente tentado mudar isso então como poderia melhorar?

    ResponderExcluir
  24. sério cara.. vc é engraçado..eu li o outro lá dos jogadores conservadores e me rachei de rir também.. fico pensando baseado nos jogos com quem que você tem esse tipo de idéia, seria interessante jogar umas com você um dia pra ver você tentando me analisar. Meu nome é Cezar, sou de Curitiba, vou no Duel Shop do dia 03 de fevereiro, se tiver por lá vamos tentar jogar alguma sem compromisso, fiquei muito curioso.

    ResponderExcluir