quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Preparação para o DuelShop - Macro Rabbit


Para encerrar a série de artigos sobre a preparação para o Duel Shop, falarei sobre um deck de grande relevância no formato passado e que, devido às circunstâncias atuais do metagame, está de volta. E em grande estilo, já que recentemente foi o campeão do YCS Barcelona, vencendo a sensação do momento, o deck Mermail.

Esse deck é o Macro Rabbit.


O Macro Rabbit é um deck que eu gosto de chamar de “flutuante”. Ele “flutua” de metagame em metagame, pois o seu índice de vitórias está TOTALMENTE relacionado com o ambiente no qual ele está inserido. No início desse formato, na época do YCS Toronto mais precisamente, os decks mais usados eram Wind-Up, Heroes, Geargia, Dark World e Chaos Dragon. Nenhuma dessas matchs é favorável para o Macro Rabbit, a não ser que ele comece com Laggia + Macro + 3 defesas... Essa formação é uma batalha muito complicada de ser vencida para qualquer deck existente.

Tudo mudou com a introdução dos Inzektors e Mermails no metagame atual, duas partidas nas quais o Macro Rabbit é extremamente favorito. A partir dessa mudança, o deck começou a ter uma visibilidade e uma utilização maior por parte dos jogadores mais atentos que anteviram essa oportunidade. Vale destacar também, que no formato atual, o número de jogadores que utilizam o Macro Rabbit tem crescido em relação ao metagame passado em virtude do relançamento de cartas como Dolkka, Laggia, Zenmaines, Leviair, Tour Guide e o próprio Rescue Rabbit, em versões mais econômicas e acessíveis.

O problema é que quanto mais popular esse deck é, pior ele fica, e esse é um dos seus maiores defeitos. Primeiramente, porque a mirror match é um jogo BEM ingrato, ainda mais usando Macro Cosmos que, obviamente, não faz nada nessa situação. Outra consequência dessa popularidade é a redução do uso de decks que ele teria um “auto-win”. As pessoas se adaptam e modificam os seus Main Decks, e até mesmo usam um deck completamente favorito como Geargia, só para ter um diferencial e isso é totalmente justificável.

Ou seja, é um sistema circular, não existe resposta definitiva. O certo nessa situação é sempre ficar um passo à frente do metagame e é isso o que os grandes jogadores fazem. A maioria vai migrar para a última sensação do último YCS. O jogador com diferencial vai migrar para aquilo que ganha do deck que todo mundo migrou. É o metacall que eu tanto falei anteriormente.

A melhor forma de combater o Macro Rabbit é não entrar no jogo dele. Também conhecido como “Grind Game”, que é um jogo de atrito que o Macro Rabbit se propõe a fazer devido ao seu número exorbitante de traps e spells e a natureza controladora dos Evolsaur. Você simplesmente não pode tentar ganhar o jogo de “vantagem” contra esse deck, pois, acredite, ele é o melhor nisso.



É muito complicado para as pessoas que têm dificuldades em se adaptar às situações adversas lidarem com a modificação no estilo de jogo que é necessária para abordar essa partida.

É natural que a pessoa tente jogar o Yu-Gi-Oh! “normal” e ser completamente destruído pelo deck e atribuir as derrotas para a sorte ou qualquer outro fator externo.

Mas o que seria não entrar no jogo deles? O “Grind Game” é conhecido como o jogo complexo e com muitas opções. Geralmente é uma guerra entre traps e efeitos até que algum dos jogadores controle o outro. A sua desvantagem aqui é que o Macro Rabbit possui MUITO mais facilidade de jogar nesse modo, até porque ele foi feito pra isso.

O PRINCIPAL conselho que eu posso dar é: tente simplificar o jogo. Quanto mais simples, melhor. Mais é uma simplificação específica. Você deve simplificar os monstros do oponente. Isso porque o deck não utiliza muitos e também não possui uma forma de reciclá-los, já que o Macro Rabbit não usa Avarice. A melhor forma de combater é usando cartas que destruam monstros com facilidade. É simples assim. As melhores opções são: Mirror Force, Dimensional Prison, Compulsory Evacuation Device para os XYZ), Bottomless Trap Hole, Torrential Tribute, Soul Taker e Snowman Eater. Uma combinação de Snowman + Prison/Mirror é muito sólida, pois cobre as lacunas do Dolkka e do Laggia, o que é muito importante, além do fato do Snowman ser ótimo contra qualquer um dos monstros amarelos, Guaiba e Rai-oh. Ou seja, se você possuir muitas defesas, pode acontecer de os monstros do Macro Rabbit acabarem ou chegarem muito próximo a isso.

É importante ressaltar que as cartas relacionadas no parágrafo anterior são versáteis e efetivas contra outros decks, portanto, em se tratando de um torneio com grande número de participantes e uma considerável variedade de decks, seu uso com certeza irá te beneficiar em diversas situações.

Lembre-se sempre que essa simplificação é importante, pois depois que o jogo é levado até certo ponto, com os jogadores tendo de 3 a 4 cartas, se você foi capaz de estabilizar um monstro com “2500+” no campo é muito difícil o oponente sair dessa situação. Seria necessário um Prison/Mirror, mas você não é obrigado a atacar até ter uma leitura segura do “backrow”, ou um Sabersaurus/Raioh + Lance/Book, o que já começa a requerer um cenário mais específico, ou um XYZ no Gagaga Cowboy que pode ser facilmente lidado e até mesmo o Dark Hole.

Isso tudo SE ele possuir esses “outs”. Caso ele não tenha, o que é bem provável que aconteça, vai começar a comprar monstros amarelos, Forbidden Lances soltos, Bottomless/Warnings atrasados, Guaibas, Macros redundantes e muitas outras combinações de cartas não otimizadas para essa situação e é exatamente isso que você procura. Quanto mais cartas o Macro Rabbit tiver, mais pareamentos de “setups” bons vão acontecer como Guaiba + Lance ou Rabbit + Macro, por exemplo, e vai se iniciar o “grind” que você não pode deixar acontecer se tiver pretensões de vencer esta match.

E assim termina a preparação para o torneio Duel Shop que acontece no próximo domingo (09/12). Além de participar, vamos trazer a cobertura exclusiva para vocês através da nossa página no Facebook com atualizações a cada rodada. Fiquem ligados!

Bom, por enquanto é isso. Espero que tenham gostado.

Qualquer dúvida, fiquem à vontade e enviem através dos comentários.

Por favor, curtam a nossa página no Facebook e fiquem por dentro de novidades sobre estratégias, torneios e campeonatos, além de saber quando um novo artigo estiver no ar.  



Até a próxima galerinha!

E lembrem-se:

É muito menos sorte do que você imagina...

PRRJ

7 comentários:

  1. Ótimo Post Paulão e sem dúvida quando o oponente faz um campo com laggia, macro e 3,4 sets é desesperador hahahaha

    ResponderExcluir
  2. Caralho, mano, esse negócio de "grind game"... Nunca pensei que algo assim aconteceria... Pela descrição, parece que o deck Bubble Hero, por exemplo, tem um bom matchup contra este deck.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom e aproposito alguém tem 3 Kabazauls pra passa no Duel Shop xD. Ficou faltando falar do Inzektor desse novo formato pois acho um deck muito relevante no meta e que com certeza terá muitos no Domingo.Abraços e continue sempre nos surpreendendo the best player in Brazil.

    ResponderExcluir
  4. OLÁ , gostaria de fazer um pedido de materia , e acredito que muitos players gostaria de lêr . uma materia de ''como'' sidear , o que tirar ? como utilizar o side de uma maneira que nw prejudique seu deck ... jogo algun anos yugioh , porém a pouco tempo disputo campeonatos (regionais etc..) sendo assim nunca usava side... então é só uma dica mesmo .... abraço yuri

    ResponderExcluir
  5. Venha Conhecer a sua primeira rede social voltada a card game, finalmente agora você tem um espaço para compartilhar,comentar,divulgar,vender etc, tudo aqui...
    Poderá também postar vídeos e fotos de seus decks ou duelos, postar vídeos de eventos falar de animes,cosplay e muito mais, todo tipo de conteúdo desse seguimento, conheça agora a CARDLINE...
    Click no link abaixo e comece a divulgar seus decks e jogadas para seus amigos
    http://cardline.com.br/
    Cadastre-se agora mesmo é totalmente gratuito

    Confirme sua conta no e-mail cadastro

    ResponderExcluir
  6. Conheça a primeira rede social de card game do brasil

    http://cardline.com.br/

    ResponderExcluir